sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Mais uma decepção


Foi com grande prazer e motivação de que seria hoje que o Sporting iria começar a dar a volta a 8 jogos sem vencer, que me desloquei ao estádio de Alvalade para ver o meu clube do coração, mas essa motivação ao longo do jogo passou a desilusão.

Comecemos pela mudança táctica, que passou de 4x3x3 do jogo de domingo para 4x4x2, esta alteração não surtiu efeito muito por culpa de o elemento (Viola) que estava a dar apoio a Wolfs ter estado muito aquém do expectável (para não dizer zero), nunca conseguiu ser uma mais valia em campo, nunca conseguiu vir atrás buscar jogo e fazer o apoio necessário a Wolfs. Este aspecto notou-se claramente quando o Schaars é expulso e é efectuada a sua substituição pelo Gelson.

Na 1ª parte o Sporting simplesmente não existiu sendo mesmo impossível conseguir destacar um jogador e somente haver uma jogada de destaque mesmo ao final num tropeção de Cédric quando apareceu sozinho em frente ao guarda-redes a tentar finalizar com sucesso uma jogada quase perfeita de Capel.

A 2ª parte o Sporting entrou com mais vontade de vencer o jogo, apareceu a pressionar mais alto e a ganhar mais bolas na frente de ataque, mas a burrice de Schaars acabou por dar-lhe o segundo amarelo numa falta a meio campo. Depois a natural substituição de Viola por Gelson, não consigo compreender porque não joga a titular, e a toada do Sporting continua até ao golo de Wolfs, com mais uma jogada perfeita de Capel a cruzar na direita ao 2º poste e Wolfs somente a encostar de cabeça.
A partir do golo marcado foi a sofridão de sempre, com os jogadores do Sporting todos rotos, não consigo compreender como é possível esta equipa estar tão mal fisicamente, até ao minuto 91 em que surge o golo do Genk, onde o Cédric foi comido 3 vezes seguidas da mesma maneira.

No meu ponto de vista os destaques do Sporting vão para o Rui Patrício que safou a equipa 2 /3 vezes de perdermos o jogo, a alta rotação de Capel que passa o jogo todo com o turbo ligado e finalmente a do Elias que fez uma segunda parte soberba lutando por todas as bolas no meio campo.

Comentário jogador a jogador:

  • Rui Patrício - grande exibição, safou o Sporting de uma derrota
  • Cédric - que péssimo jogo, mal em todos os aspectos, quem o viu a época passada e quem o vê agora. Mau demais para ser jogador da equipa A
  • Rojo -  treme por todos os lados, mas esteve melhor que o colega do lado
  • Xandão - como é possível ter quase 2 metros e não ganhar uma bola de cabeça, pelo chão é muito trapalhão não jogando simples
  • Insúa - esteve menos mal que os outros colegas da defesa, mas falta-lhe muita confiança como na época passada
  • Elias - que grande 2ª parte, porque não joga sempre assim? Sempre com garra, a lutar pela bola como se fosse a ultima da sua vida
  • Schaars - que mau jogo, não defende, não ataca, não faz desmarcações, só joga para trás e ainda ganha uma expulsão
  • Labyad - um bom jogo, apesar de no meu ponto de vista render muito mais como numero 10, a levar o jogo de trás para a frente
  • Capel - grande jogo, não merecia o empate, correu, correu, correu e correu. Único a criar oportunidades de golo
  • Viola - que fraco jogador, não consigo compreender como se dispensa o Wilson Eduardo para se ir buscar este jogador. Foi completamente zero.
  • Wolfswinkel - até ao golo, estava a fazer mais um jogo muito fraquinho. Constantemente a ser antecipado pela defesa, onde se nota claramente este aspecto é quando tem uma oportunidade idêntica ao golo e um defesa antecipa-se. Não consegue dominar uma bola, parece que tem umas tábuas nos pés.
  • Gelson -  entrou bem e gostei muito de o ver em campo. Muito voluntarioso e com bom posicionamento. Não se pode depois pedir que crie jogo porque não tem pés para isso.
  • Ilori - entrou para ajudar a defender o resultado quando estava 1-0, não percebi foi o porquê de ser ele o defesa que foi comandar a linha defensiva, sendo ele o mais jovem.
  • Carrillo - entrou tarde, visto que o Capel já se andava a arrastar à algum tempo em campo, se tem entrado mais cedo, acredito que poderia ter trazido mais velocidade e ter criado algumas oportunidades.

Espero que Vercauteren tenha tirado algo de positivo deste jogo, como por exemplo saber com quais jogadores é que pode contar e levar para a luta e com que táctica é que deve utilizar, visto que o 4x4x2 não ser a melhor para este Sporting. Também tem de rever o timing das substituições.

1 comentário:

Joao Nisa disse...

O pior foi sem dúvida a defesa toda; Schaars e Viola. Se o Elias jogasse sempre assim era dos melhores do campeonato português. Até parece que jogou melhor sem o Schaars. O Viola está muito verdinho, falta-lhe calo. Precisamos do tal PL experiente, batido, manhoso e sobretudo, bom cabeceador! Sim, porque com a quantidade de centros que o Sporting faz...