terça-feira, 27 de novembro de 2012

A cabeça (ou falta dela)

O Sporting voltou a não ganhar. Depois de ter dado dois golos de avanço ao adversário, lá se dignou a empatar o jogo. Menos mal. Um ponto nos dias que correm é ouro (infelizmente). Os jornais relatam que Godinho Lopes desceu aos balneários no intervalo e deu uns quantos puxões de orelhas aos jogadores. Valente! Estamos no jardim-escola então. O Sporting parece uma galinha depois de se lhe cortar a cabeça: corre sem sentido, numa espécie de corrida esquizofrénica, para no fim cair no chão, sem vida. E o problema maior está na cabeça: Godinho Lopes. Como é que um presidente que não percebe NADA de futebol concentra em si todos os poderes do futebol do clube? Porque é que Vercauteren ainda não tem o adjunto que está há muito pedido? Tal como na questão do treinador, a palavra deve ser "ponderação"...
Objectivamente, quanto ao jogo de ontem pergunto como é que Vercauteren está quase um jogo inteiro sem mexer na equipa?! Como é possível?! Mau demais. Outra vez.
Positivo: Eric Dier - pode ser um caso sério. Um jovem da equipa B, que é defesa central, joga melhor que qualquer lateral direito de origem, existente no plantel principal. Como este, venham mais.
Negativo: Defesa - o quarteto defensivo do Sporting é um autêntico buraco. Mete água por todo o lado. Dos centrais nem se fala! Chego à conclusão que o melhor ainda é o Carriço. Pedro Mendes devia subir ao plantel principal e Nuno Reis devia ingressar no plantel em Janeiro.

Saudações!


2 comentários:

António Pista disse...

Consegues colocar o positivo dentro do negativo :)

Joao Nisa disse...

Exacto! Assim como estão é fácil. Se o Positivo está dentro do Negativo, imagina o que penso dos outros sectores!