quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O senhor que se segue

O novo treinador do Sporting é Franky Vercauteren. Não faço juízos antecipados, até porque estamos na presença de um tri-campeão belga (Genk e Anderlecht). O que eu questiono é o timing e a gestão deste assunto. Ninguém me tira da cabeça que esta não foi a primeira escolha. Os outros candidatos não aceitaram, ou pelo projecto desportivo, ou pelo salário, ou pela situação actual do clube ou mesmo pelos milagres que lhes devem ter pedido. Godinho Lopes falhou, mas não foi agora. Sá Pinto deveria ter abandonado o comando da equipa em Maio, após derrota na final da Taça de Portugal. Ou seja: Vercauteren vai ter de treinar uma equipa cujos jogadores não escolheu, a grande maioria nem deve conhecer e tem ainda como função servir de psicólogo a uma equipa em nervous breakdown! Resumindo: tem de fazer uma pré-época durante a época! E desenganem-se que em menos de um mês a equipa não fica a jogar como o treinador quer.
O que eu espero com este novo treinador é um futebol positivo, com a baliza adversária em mente. Estou farto de ver passes para trás e para o lado. Desmarcações na frente: zero. Mais: o Bolo de Arroz não chega a queque; Elias não é grande; Carrillo não encarrilha nem por nada e o Lobo (Wolfs) não mete medo! O que me faz mais confusão é o facto de, exceptuando a defesa, o resto são jogadores que jogam juntos há mais de um ano! Domingos tinha essa atenuante. Penso que, com a temporada terminada antes do S. Martinho, era boa altura para lançar jovens da equipa B: Pedro Mendes, João Mário, Bruma, Esgaio, Betinho... Lembro que desde a venda de Nani que o Sporting não faz um encaixe financeiro considerável. Moutinho e Veloso foram claramente vendidos a preço de saldo.
Godinho Lopes arrisca-se a ser o último presidente do Sporting. Entristece-me. Recorde-se o Rangers... Uma equipa com uma História tão grande não merece os equívocos dos últimos anos. Resta-nos a esperança, que joga de verde.


2 comentários:

Júlio Contente disse...

Campeão no Anderlecht em 2005-2006 e 2006-2007
Campeão no Genk em 2010-2011. No Genk conquistou ainda uma Supertaça.

Curioso que como jogador, venceu em 1983 a final da taça UEFA pelo Anderlecht frente ao SL Benfica.

Marco Copeto disse...

Espero que traga aquilo que nos tem faltado. Começando com tranquilidade e levando depois os adeptos à loucura dos sucessos.